Escola Livre

“Não se pode ensinar arquitetura, ninguém consegue ensinar arquitetura. Você consegue educar com a mentalidade que poderia ser de arquiteto. Não se pode ensinar como fazer arquitetura. Pode-se ensinar a construir. Pode-se ensinar a pensar.”

(Paulo Mendes da Rocha)

“Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado
O Redentor, que lindo”

(Tom Jobim)

venha conosco!

Para se traduzir o pensar em conhecimento, este deve ser crítico, elaborado de forma consciente e objetiva. Só o conhecimento coletivo e compartilhado faz sentido.

Este conhecimento não é transmitido, ele é construído de forma coletiva. O espaço da troca, da construção coletiva do conhecimento é a cidade, palco das manifestações culturais de uma sociedade, objeto de trabalho da arquitetura e do urbanismo, lugar da festa, do encontro e da liberdade.

A prática da arquitetura e do urbanismo está ligada a diversas áreas do conhecimento – filosofia, sociologia, ciências exatas, geografia, entre outras. Esta abrangência faz com que o conhecimento em arquitetura e urbanismo não tenha limites. Além da vastidão do conhecimento, esta área está em constante transformação, o que demanda um saber continuado. Um saber livre e crítico que permita escolhas conscientes e bem fundamentadas.

Para muitas pessoas, os versos de Tom Jobim exaltam a beleza da vista, a partir da janela. Porém, como dizia o mestre Paulo Mendes da Rocha, “a graça está na janela”, ou seja, a beleza não está apenas na vista, mas no fato dela estar emoldurada pela janela do abrigo protegido das intempéries da natureza, no meio da cidade.

venha conosco!

Para se traduzir o pensar em conhecimento, este deve ser crítico, elaborado de forma consciente e objetiva. Só o conhecimento coletivo e compartilhado faz sentido.

Este conhecimento não é transmitido, ele é construído de forma coletiva. O espaço da troca, da construção coletiva do conhecimento é a cidade, palco das manifestações culturais de uma sociedade, objeto de trabalho da arquitetura e do urbanismo, lugar da festa, do encontro e da liberdade.

A prática da arquitetura e do urbanismo está ligada a diversas áreas do conhecimento – filosofia, sociologia, ciências exatas, geografia, entre outras. Esta abrangência faz com que o conhecimento em arquitetura e urbanismo não tenha limites. Além da vastidão do conhecimento, esta área está em constante transformação, o que demanda um saber continuado. Um saber livre e crítico que permita escolhas conscientes e bem fundamentadas.

Para muitas pessoas, os versos de Tom Jobim exaltam a beleza da vista, a partir da janela. Porém, como dizia o mestre Paulo Mendes da Rocha, “a graça está na janela”, ou seja, a beleza não está apenas na vista, mas no fato dela estar emoldurada pela janela do abrigo protegido das intempéries da natureza, no meio da cidade.

Uma escola livre de arquitetura e urbanismo, sem os limites formais, físicos ou temporais é a representação imaginária do espaço social para a troca e a construção do conhecimento coletivo; é, em sua essência, instigante e emocionante. 

Somos um grupo de arquitetos e urbanistas atuantes em áreas diversificadas. Somos professores curiosos e amantes do nosso ofício. Acreditamos que o conhecimento só é válido quando compartilhado.

Assim, a janela da escola que criamos é uma janela ativa. Nela o conhecimento é emoldurado pela crítica consciente e dinâmica, discutido coletivamente com muita criatividade e até diversão. É um espaço para a troca e compartilhamento de experiências, no qual serão discutidos temas de todas as áreas da arquitetura e urbanismo. Queremos fazer diferença na vida dos nossos alunos, motivando-os e despertando neles um prazer especial em aprimorar e atualizar seus conhecimentos. 

Ao criarmos a Janelativa, trazemos uma forma de ver e entender a razão da existência da arquitetura e do urbanismo, promovendo um espaço de discussão das diversas abordagens no exercício desta profissão.

Uma escola livre de arquitetura e urbanismo, sem os limites formais, físicos ou temporais é a representação imaginária do espaço social para a troca e a construção do conhecimento coletivo; é, em sua essência, instigante e emocionante. 

Somos um grupo de arquitetos e urbanistas atuantes em áreas diversificadas. Somos professores curiosos e amantes do nosso ofício. Acreditamos que o conhecimento só é válido quando compartilhado.

Assim, a janela da escola que criamos é uma janela ativa. Nela o conhecimento é emoldurado pela crítica consciente e dinâmica, discutido coletivamente com muita criatividade e até diversão. É um espaço para a troca e compartilhamento de experiências, no qual serão discutidos temas de todas as áreas da arquitetura e urbanismo. Queremos fazer diferença na vida dos nossos alunos, motivando-os e despertando neles um prazer especial em aprimorar e atualizar seus conhecimentos. 

Ao criarmos a Janelativa, trazemos uma forma de ver e entender a razão da existência da arquitetura e do urbanismo, promovendo um espaço de discussão das diversas abordagens no exercício desta profissão.

  • Cadastre-se e receba novidades:

7 + 7 =

  • Cadastre-se e receba novidades:

2 + 2 =

Precisa de ajuda?